domingo, 17 de outubro de 2010

Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza / Bloggers Unite

Onde quer que homens e mulheres estejam condenados a viver em extrema pobreza, os direitos humanos estão a ser violados. Unirmo-nos para assegurar que estes direitos sejam respeitados, é o nosso objectivo e também o nosso dever.
O Dia Internacional para a Erradicação da Pobreza é assinalado todos os anos, e em todo o mundo, a 17 de Outubro. Foi reconhecido oficialmente pela Organização das Nações Unidas (ONU) em 1992, mas a primeira manifestação sobre este problema/tragédia, teve lugar em Paris, França, em 1987, quando 100.000 pessoas se juntaram na Praça dos Direitos Humanos e das Liberdades, no Trocadéro, em memória das vítimas da pobreza, da fome, da violência e do medo.
Quanto ao Ano Europeu de Combate à Pobreza e à Exclusão Social, que está a decorrer, estamos conversados, pois todos os dias assistimos à tomada de medidas que vão aumentar a pobreza e a consequente exclusão social.
Parece-me adequado ver este vídeo com a canção “Offer” (traduzida), interpretada por Alanis Morissette, com uma mensagem incómoda e poderosa:

video

4 comentários:

Eduardo Miguel Pereira disse...

"...todos os dias assistimos à tomada de medidas que vão aumentar a pobreza e a consequente exclusão social."
É bem verdade, e também não deixa de ser verdade que todos nós, através das nossas atitudes, e levados pela pressão desta sociedade consumista contribuimos para esse estado das coisas.
Em 1993, após um périplo por África acabei por ganhar uma muito maior consciência para a vida faustosa e cheia de desperdício que levamos. Foi importante ter visto, sentido e vivido aquela experiência e só me penintencio por, aqui e ali, me distrair e me esquecer do que vi.
Podemos e devemos viver com muito menos, e se assim o fizermos estaremos a contribuir para um maior equilibrio no futuro.

Guakjas disse...

Cara Maria.
É obrigatório ver isto http://bit.ly/9bMAW9

Fiquei sem palavras...
Vai perceber muita da porcaria que se passa neste mundo...

Cumprimentos

Maria Josefa Paias disse...

.
Muito obrigada, Eduardo, pelas suas palavras e pela sua própria história na aquisição de consciência para os problemas sociais e políticos, ficando mais atento e sabendo distinguir e apreciar melhor o que é essencial do que é supérfluo na vida de cada um de nós.

Beijinho.

Maria Josefa Paias disse...

.
Muito obrigada, João (Guakjas) pela indicação. Já fui ao seu blogue ver o vídeo, mas apercebi-me nos primeiros minutos de que já mo tinham enviado e, como tem uma duração muito longa, só tenho conseguido vê-lo a pouco e pouco. É de facto para nos deixar a reflectir.

Cumprimentos.